‘Reforma’ da Previdência vai impedir a juventude brasileira de se aposentar


Secretária nacional de juventude da CUT avalia que novas regras previdenciárias são mais uma barreira para o acesso à aposentadoria dos jovens, já considerados a maior parcela atingida pelo desemprego

Por Redação

São Paulo – A proposta de “reforma” da Previdência, do governo de Jair Bolsonaro, impedirá o acesso dos jovens ao direito à aposentadoria, de acordo com análise da secretária nacional de Juventude da CUT, Cristiana Paiva. Em reportagem de Cosmo Silva, da Rádio Brasil Atual, Cristiana, que é também agricultora familiar no estado de Roraima, é taxativa ao afirmar que a proposta agrava a condição da juventude, já prejudicada pelo quadro de desemprego, informalidade e trabalho precário no qual está inserida.

“Nós sabemos que temos uma juventude que fica mais tempo no mercado de trabalho, com um período muito curto para se adaptar a ele, que muitas vezes aceita qualquer forma de trabalho, constitui família muito cedo e essas questões têm um impacto quando chega na reforma da Previdência”, defende a secretária.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), quase quatro milhões de jovens estão desempregados. Sendo que, em dezembro de 2018, 34% dessa população desocupada tinha entre 25 e 39 anos; e 32%, entre 18 a 24 anos, correspondendo, na soma dos dois grupos, a 66,8% do total de 12,2 milhões de desempregados no geral, estimados à época.

Diante desse cenário, novas regras previdenciárias como o aumento no tempo mínimo de contribuição para 20 anos, e a idade de acesso aos 65 anos para os homens e 62 anos para as mulheres, são apontadas como uma penalidade a essa população que, além de acessarem de forma tardia e precarizada o mercado de trabalho, podem, com a “reforma”, ter o direito à aposentadoria ainda mais distante.

Cristiana destaca que é preciso barrar a proposta de Bolsonaro, desafio que demanda mobilização popular como vêm ensaiando diversas categorias de trabalhadores com a greve geral marcada para o dia 14 de junho.

Ouça a reportagem da Rádio Brasil Atual:

Foto: Arquivo EBC

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Outros Conteúdos